About Us

MUTE is Contemporary Art Platform located in the heart of Lisbon. Our mission is to promote access to culture in general and Fine Art in particular. Throughout the first two years of activity we presented more than 30 artists in monthly exhibitions, produced multiple contemporary music performances, themed seminars, book launches and contemporary art performances. With the goal of promoting connections between national and international artists we developed a residency program which included artists from countries such as: Chile, Brazil, U.S.A., Poland, France, Scotland, Canada and Germany. In February 2017 we are going to open our first course on the subject of Philosophy and Art, aiming to expand to other subjects soon.

 


 

Gallery Manager:

Manuel Furtado dos Santos

Vive e trabalha em Lisboa.
Iniciou o projecto MUTE, tendo definido a programação, concebido o próprio espaço físico e criado os objectivos desta plataforma de arte contemporânea. Mestrado em Instalação pela Central Saint Martins School of Arts (2007) e licenciatura com distinção em Escultura pela Coventry University (2005).
Investiga, ensina e expõe em Portugal e Inglaterra desde 2003 na área da escultura, instalação, fotografia e pintura. Tem trabalho em colecções privadas em Portugal, Inglaterra, Austrália, Alemanha e 3 colecções públicas em Inglaterra. Trabalhou com a Galeria Edge-Arts e com a Galeria Sopro entre 2008 e 2014. Ensina cursos práticos e teóricos de artes visuais na Escola Arte Ilimitada. Co-curador de exposições colectivas como White Garden no P28 em 2009 e executou várias encomendas de grandes dimensões de 2005 a 2013. Projectou e construiu o seu próprio estúdio, com espaço expositivo e acervo pessoal em 2012. Estudou medicina durante 2 anos na Faculdade de Medicina de Lisboa e frequentou o 3º ano no curso de Engenharia Biológica Instituto Superior Técnico.

 


 

Founder and Patron:

Zica Viana

Vive e trabalha em Oeiras (n.1954, Lisboa) é activista no movimento associativo ligado à cidadania, designer de interiores, mãe de família, coleccionadora de arte contemporânea e mecenas das artes. Formou-se em design de interiores em 1973 pelo IADE.

Trabalhou na Blanchard portuguesa durante um ano. Desenvolveu múltiplos projectos como freelancer no âmbito do design de interiores e de peças únicas de mobiliário. Colaborou com uma produtora de televisão nos decors de séries de 1989 a 1990. Presidente de associações de pais e da Civitas de Oeiras de 1987 até 2017. Foi sócia fundadora da Arte Contempo e do projecto MUTE da qual é única mecenas até ao momento presente.

 


 

Gallery Assistant and Course Project Manager:

Leonor Vilhena

Vive e trabalha em Lisboa.

Encontra-se a concluir o Mestrado em Museologia que iniciou em 2015 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova. A dissertação que está a escrever tem por título Fundação Calouste Gulbenkian: duas décadas de exposições de arte (1957-1979), com orientação científica de Joana Baião e coorientação de Alexandra Curvelo.

Frequentou a Escola Artística António Arroio, na qual se especializou na área de Produção Artística – Ourivesaria.
Terminou a Licenciatura em História de Arte (2012-2015) na mesma faculdade onde está a concluir o mestrado, tendo feito o estágio curricular na MUTE. Nesse período de 6 meses envolveu-se profundamente em todas as componentes do projecto tento participado em todas as dimensões e funções da nossa plataforma. Ficou de tal forma ligada ao projecto que já desenvolveu autonomamente a curadoria de uma exposição e de uma performance (Edkina Collective).

 


 

Residency Program Curator:

Filipa Reis

Vive e trabalha em Lisboa.
Licenciada em História da Arte pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa; Estudou Fotografia no Ar.Co, Lisboa. Ao longo do seu percurso podemos destacar a selecção para a Mostra Jovens Criadores, na área de Fotografia, do Centro Português de Artes e Ideias, em duas edições diferentes – 2010 e 2012. Realizou uma residência artística em Pequim (2011), tendo-se estabelecido temporariamente nessa cidade, onde desenvolveu a sua pesquisa em fotografia, paralelamente a outras iniciativas: organizou open studios, integrou a equipa da tertúlia The Sarau Project, foi responsável pelo programa curricular e formação de aulas de artes plásticas para crianças – CAFA – Central Academy of Fine Arts e colaborou em regime de voluntariado na organização não governamental World Culture Open, na área de gestão cultural e de organização de eventos. Foi co-curadora e artista da exposição itinerante Nevermind The Space Between Us, que teve lugar em Heiqiao, Pequim e na Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa, em 2013. Em Dezembro de 2014 apresentou a exposição individual Topofilia #2 na Mute, em Lisboa, tendo também participado na exposição colectiva MUTE I ANO, em Julho de 2015. Em Novembro de 2015 apresentou a exposição individual Topofilia #4 no Edge Arts, em Lisboa, onde foi lançada uma publicação com o mesmo título, que integrou a Feira do Livro de Autor de Lisboa, no Arquivo Fotográfico de Lisboa. Desde Janeiro de 2016 que começou a colaborar com Manuel Furtado dos Santos na programação e gestão de residências artísticas da Mute.
bairro castelo arteinst bang fcsh